Publicador de Conteúdo

Artigo

Portugal, Balanço Social 2021 - Um retrato do país e da pandemia

A pandemia e o mercado de trabalho: o que sabemos um ano depois

Bruno P. Carvalho, Universidade Carlos III de Madrid, Departamento de Economia, e ECARES (ULB); Mariana Esteves, Nova School of Business and Economics; Susana Peralta, Nova School of Business and Economics;
Relatório financiado pela Social Equity Initiative

“Portugal, Balanço Social” é um relatório anual que analisa a pobreza e exclusão social em Portugal. O relatório deste ano utiliza o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (ICOR), elaborado no início de 2020, ou seja, contém informações relativas aos rendimentos e condições de trabalho em 2019, antes da pandemia de covid-19, tendo sido complementado com dados provisórios da vaga de 2021 divulgados pelo INE. Inclui uma secção dedicada a crianças e adolescentes e outra a idosos, dois grupos que são especialmente vulneráveis à pobreza e exclusão social. Neste relatório também foram utilizadas várias fontes de dados para analisar o impacto da crise pandémica na saúde, educação e mercado de trabalho.
observatoriosocial.puntos.clave
  • 1
       A taxa de pobreza após transferências sociais foi de 16,2% em 2019; dados provisórios do INE indicam que aumentou para 18,4% em 2020.
  • 2
       A taxa de privação material em 2020 foi de 13,5% (1,6 pontos percentuais mais baixa que em 2019).
  • 3
       Em 2019, o Norte do país tornou-se a região do continente com a maior taxa de risco de pobreza (18,1%) e a maior taxa de privação material (6,7%).
  • 4
       O encerramento de escolas levou a uma perda de competências em comparação com 2019 e 2018. Os resultados são mais severos entre os alunos de meios socioeconómicos mais desfavorecidos.
  • 5
       As mulheres com filhos trabalharam, em média, menos 1,2 horas por semana entre o primeiro trimestre de 2019 e o primeiro trimestre de 2021.

Depois de um relativo agravamento nos anos da crise das dívidas soberanas (2011 e 2014), a generalidade dos indicadores conheceu uma melhoria. Entretanto, em 2018, Portugal ainda estava acima da média da União Europeia (UE) no que diz respeito à taxa de risco de pobreza ou exclusão social, taxa de risco de pobreza e taxa de privação material. Só em 2019 Portugal teve um desempenho melhor que a média da UE para estes indicadores. É de salientar a taxa de risco de pobreza que, em 2019, ficou abaixo da média da UE em 0,9 pontos percentuais (16,2% vs. 17,1%). A indisponibilidade de dados não permite analisar se esta melhoria relativa se manteve em 2020, apesar do aumento da taxa de pobreza para 18,4%. Outro ingrediente da taxa de risco de pobreza ou exclusão social é a percentagem de agregados familiares com baixa intensidade de trabalho, que atingiu 5,2% em 2020, contra os 5,1% de 2019.

Classificação

Etiquetas

Temáticas

Conteúdos relacionados

Artigo

Compreender o crescimento do discurso de ódio online, em Portugal e Espanha: um hiato entre a ocorrência e a denúncia

O discurso de ódio online, que traz sérias consequências aos indivíduos e à sociedade, apresenta-se como uma crescente ameaça à coesão social e aos valores europeus fundamentais, com tendência para o agravamento das suas consequências.

Apresentação pública do Dossier “Investigação e inovação em Portugal e Espanha"

Quais são os fatores decisivos nos sistemas de investigação e inovação de um país? E as ligações entre a ciência e as empresas? Apresentamos o novo Dossier do Observatório Social da Fundação "la Caixa".

Infodata

Índice de Economia e Sociedade Digital

Espanha lidera os países da UE-27 no cálculo global dos indicadores da sociedade digital (conectividade, utilização da Internet, etc.). Portugal, no entanto, está no fundo.

Artigo

Desigualdades na investigação sobre as desigualdades da Covid-19: quem tinha capacidade de resposta?

No projeto em que este artigo se baseia, foram analisados os artigos científicos publicados entre janeiro de 2020 e abril de 2021 sobre as desigualdades associadas à Covid-19.

Artigo

Portugal, Balanço Social 2022

O relatório “Portugal Balanço Social 2022” analisa o estado económico e social de Portugal, incluindo a distribuição dos apoios durante a pandemia de Covid-19 e o impacto do custo de vida em famílias de diferentes rendimentos, além de abordar a insegurança alimentar.

Também pode ser do seu interesse

Concurso Flash para apoiar projetos de investigação sobre o impacto social das vidas longevas (FS24-1B)

Concurso

Concurso Flash para apoiar projetos de investigação sobre o impacto social das vidas longevas (FS24-1B)


Inclusão Social

O Observatório Social da Fundação ”la Caixa” anuncia a abertura de um concurso para apoiar projetos de investigação no domínio das Ciências Sociais que estudem o impacto social das vidas longevas, em Portugal, através de um inquérito quantitativo.

Por que não oferecemos a mesma ajuda a todas as vítimas de ‘cyberbullying’?

Artigo

Por que não oferecemos a mesma ajuda a todas as vítimas de ‘cyberbullying’?


Inclusão Social

Este artigo destaca que tanto o bullying tradicional como o cyberbullying têm uma audiência. As pessoas observadoras podem influenciar o comportamento, seja encorajando ou parando a agressão.

«BlindGame»: As atividades de jogo de azar ‘on-line’ dos jovens portugueses

Artigo

«BlindGame»: As atividades de jogo de azar ‘on-line’ dos jovens portugueses


Inclusão Social

Um estudo realizado com 2.028 jovens entre 15 e 34 anos em Portugal revelou uma prevalência significativa de comportamentos de jogo a dinheiro online, com diferenças de género e idade. Os resultados indicam preocupações para pais, educadores e autoridades públicas devido à crescente adesão a essa forma de entretenimento.